Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Life With Júlia

por Susana C. Fernandes

Life With Júlia

por Susana C. Fernandes

No primeiro dia de escola

Era setembro, e eu sabia escrever as letras do meu nome. A minha avó dizia para me deixarem brincar, mas eu já estava perdida entre cadernos e canetas, e se a escola fosse em casa, podia começar já. O meu avô comprou-me uma mochila da Ambar, na loja da Dona Nana. Era roxa e verde, e custou-lhe cinco contos. E o miúdo da vizinha estava avisado para olhar por mim. 

A manhã chegou devagar, mas mais depressa do que todas as outras. As rolas cantavam para me despertar, e a cortina branca e rendilhada, fazia questão de não fintar a luz, para iluminar tudo o que era. Foi a primeira vez que não me quis levantar.

O avô já tinha saído, e a avó já tinha bebido o café. O dia corria igual, banal, mas estava tudo diferente. Foi nessa tarde, a subir a encosta que ia dar à escola, com a minha mochila roxa e verde às costas, que o mundo deixou de ser só flores e cimento quente, figos caídos e pombos corridos. Descobri que o mundo era maior. Mas o meu era melhor.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Direitos de Autor

Todos os textos e imagens que compõem este Blog, são da autoria de Susana C. Fernandes. Qualquer reprodução destes conteúdos deve ser sempre feita com referência à autora.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

  • Fiz favas com metáforas

    10 Novembro, 2021

    Cada vez que o almoço eram favas guisadas, a minha avó fazia-me ovos estrelados com (...)

  • Ecos que sobram

    21 Outubro, 2021

    Quando ele chegava, a voz já tinha chegado primeiro. Inconfundível. Alegre, na mais profunda (...)

  • O dia em que a empatia casou

    14 Outubro, 2021

    Quando a filha da vizinha se casou, foi um acontecimento. O bairro estava habituado a flores e (...)

  • No primeiro dia de escola

    05 Setembro, 2021

    Era setembro, e eu sabia escrever as letras do meu nome. A minha avó dizia para me deixarem (...)

  • A porta do meu coração

    15 Agosto, 2021

    É uma porta antiga, mas ninguém diria. Tem no centro uma ranhura para o correio, que (...)

Mensagens

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub